Ar condicionado ou ventilador: qual escolher?

15 de fevereiro de 2019 | Categorias: Dicas de Ar Condicionado
ar-condicionado-ou-ventilador

Geralmente as principais opções de quem busca se refrescar no calor são o ar condicionado ou ventilador. Apesar de serem aparelhos distintos, esta dúvida é muito comum no verão. Mas afinal de contas, qual vale mais a pena? Investir mais em um ar condicionado frio ou quebrar um galho com o ventilador? Trouxemos hoje as principais vantagens e desvantagens de ambos os equipamentos para te ajudar na escolha. Confira.

Ar condicionado ou ventilador?

Depende. Na dúvida entre ar condicionado ou ventilador, é importante lembrar que cada aparelho possui suas vantagens e desvantagens. O melhor a se fazer é analisar os pontos positivos e negativos, e optar por aquele que melhor atender às suas necessidades.

Vale lembrar que existem fatores como durabilidade, eficiência e instalação, que devem ser considerados na hora de decidir como amenizar o calor. Existem também inúmeros modelos e marcas de ar condicionado ou ventilador, que devem ser pesquisadas e levadas em consideração durante a compra do aparelho.

Confira a seguir alguns pontos sobre ventilador e ar condicionado.

Ventilador

Muitas pessoas optam por adquirir um ventilador nos dias quentes, buscando uma maneira de amenizar o calor. O ventilador possui hélices que giram em alta velocidade, movimentando o ar do ambiente e proporcionando uma corrente de ar. Acompanhe algumas vantagens do ventilador.

ar-condicionado-ou-ventilador

Vantagens

  • Não interfere na umidade do ar, pois apenas o faz circular no ambiente.
  • Existem muitos modelos que não necessitam de instalação, podendo ser colocados no chão ou em alguma superfície.
  • Seu consumo de energia é relativamente baixo, e pode ser encontrado em diversas lojas ou mesmo supermercados
  • A maioria dos modelos é portátil, podendo ser levados para qualquer lugar que possua tomada.
  • A manutenção, ou mesmo substituição do aparelho não costuma ter um custo muito elevado (dependendo do modelo)

Desvantagens

  • O ventilador não interfere na temperatura do ambiente. Desse modo em dias com clima muito abafado, a corrente de ar proporcionada pelo ventilador será quente.
  • Ao contrário do ar condicionado, o ventilador não filtra o ar, levando assim os vírus, bactérias e outros agentes diretamente em quem está recebendo a corrente de ar.
  • Em geral não é um aparelho muito resistente, e por ser normalmente levado de um lado para o outro, é comum ter que ser substituído.
  • Não pode ser programado para desligar sozinho ou reduzir a temperatura durante a noite.
  • Possui poucas opções de velocidades, e, em sua maioria, deve ser regulado manualmente.

Ar condicionado

Se está em busca de um aparelho para amenizar o calor de maneira eficiente, o ar condicionado pode ser o aparelho ideal para você. O ar condicionado frio retira o calor do ar no ambiente e devolve um ar climatizado, de acordo com a temperatura escolhida por você. Confira algumas vantagens e desvantagens deste aparelho.

ar-condicionado-ou-ventilador

Vantagens

  • Muitos modelos possuem funções que oferecem praticidade e conforto ao usuário. Dentre elas estão as funções sleep, timer, swing, turbo, entre outras.
  • Existem modelos de ar condicionado que conseguem climatizar ambientes extensos e de grande porte.
  • Ele entrega um ar mais puro, com menos vírus e bactérias, além de regular a temperatura do ambiente de acordo com suas necessidades.
  • Uma ótima opção é adquirir um ar condicionado quente e frio, que terá utilidade em todas as épocas do ano, não permanecendo guardado durante o inverno.
  • Dormir com o ar condicionado ligado é mais saudável do que no caso do ventilador. Ele possui funções que aumentam a temperatura durante a noite para que não haja uma queda brusca de temperatura corporal.

Desvantagens

  • O custo é mais alto, porém sua vida útil é prolongada em comparação com o ventilador.
  • Os gastos de energia normalmente são mais elevados, mas é possível optar pelo ar condicionado inverter, que economiza até 60% mais energia do que os modelos convencionais.
  • A manutenção tem um custo mais elevado do que o ventilador, mas se utilizado corretamente, não precisará ser substituído com facilidade.
  • Necessita de um profissional para a instalação, permanecendo fixo em um lugar, não podendo ser levado para outros cômodos.
  • Acaba retirando um pouco da umidade do ar, mas nada que seja extremamente prejudicial.

Gostou do post? Continue acompanhando o blog para mais dicas como essas.

Autor: Brunna Buzetti